4 de fev de 2015

Mesmo




E é mesmo! Não consigo explicar! 
Saio de coração apertado pela saudade do meu pequeno...porque sei que quando acordar, já estarei entre pinceladas, que transformará a tarde do pai num 8!!!
E é mesmo porque apesar de presa na saudade me sinto livre entre sorrisos marotos, sonhos, cores e purpurinas!
Mesmo!

Nenhum comentário: