15 de fev de 2015

Cansada... Faz parte!


Oh pahhh... E falava eu em eternizar momentos do Vasco! Há dias em que tomara eu esquecer-me que sou mãe! Pelo menos esta mãe que de vez em quando, vezes de mais leia-se, vem à tona! E não me venham com sermões de que faz parte e blá blá blá!!! Com o faz parte dos outros governo bem eu o meu desiquilíbrio materno! 

Nem todos temos a mesma dose de paciência. E se há dias em que alinho e até acho piada a certas diabruras do meu zarabelho há outros em que mal fala e já me esgotou a paciência toda! E que eu não tenha o azar de ouvir brinquedos e tric tracs que me aguçam os nervos. Quero fugir! Fugir, largar esta mãe cheia de cheliques e voltar depressa para dar colo! Pedir colo!

Hoje...Domingo! Para contrariar os dias da semana em que o arranco da cama às 8.45h, hoje acorda às 7h e pouco. Tento aninha-lo na nossa cama... Em vão! Porquê? Porque a cama é pequena demais para nós três e a malta, como diz o Vasco! O Mickey, o esquilo, os animais da quinta, a almofada e o cão e o javali porco e ... Estourou-me a paciência! Vamos ver TV para sala! Pinta, desarruma, cola e descola autocolantes... Tento descansar. Sofá, manta... Estou ali a olhar, só presente para ele. Não consigo mais. Sossegar parece missão impossível! Vasco quer colo, manta...delicio-me a dar colo e por momentos sonho que vamos adormecer assim! Ver tv pelo menos! Dura instantes! Sou expulsa do sofá e armamos circo. Vasco quer isto, mais aquilo, tudo e mais alguma coisa...birra birra birra. Tudo é motivo para birra! -Vizinhos já devem ter acordado à muito com o nosso circo. E só de pensar nisto já me ferveu a mioleira até ao limite.

Tomamos o pequeno almoço...  - "...desce daí!... pára quieto!... Come!... Sai de frente da televisão!... Blá blá blá"

Vasco diabola, modo foguete, pela casa a fazer das dele. Brinquedos nascem no chão da sala... Entretanto acendo fogueira, para ver se acalmo ambiente, conforto... - "Tem calma mãe!" - penso. "MÃE!" palavra linda que o Vasco já me chamou 10000000....vezes! E que eu cansavelmente respondo outras tantas vezes e mais algumas - "...sim Vasco!"

Entre outras coisas...tenho um zaravelho, em cima de um banco, pendurado no frigorífico. E lá vem iogurte!...passam instantes e sou surpreendida por um zaravelho em pelota total na sala! -"Mãe!! Olha estou pronto! Calcei chinelos porque está frio!"

Ahhhhhhh socorro! Saiu-me uma palmada! Novela para a vizinhança de novo! :(
- "Mãe?! Estás triste?!"
 Derreto!
...
10.30h da manhã - estamos calmos! Tristemente feliz com esta filha da mãe da maternidade! 

Nenhum comentário: