9 de nov de 2011

Conversas na cozinha!

"Shappp..."

Entre postagens de pinceladas e espécies artísticas de vez em quando dá-me para ter "conversas" no blog! Do Vasco, da minha cozinha,...simples conversas! Bolonhesa, empadão, lasanha,... O que queiram!

Confesso que não era fã deste "estufado" ou deste tipo de pratos! O sabor intenso do tomate não me seduzia muito! No entanto, cozinhar para/com alguém muda-nos muitas vezes os gostos... Diria antes que nos leva a aprender a gostar! Sim! Porque até sair de casa dos meus pais jamais me imaginaria a ter prazer em comer por exemplo sardinhas, batatas com bacalhau, canja... Digamos que passei a viver um misto de saudades da comida da mãe com a experiência dos gostos da pessoa com quem vivo!


E voltando ao "estufado"... o titulo desta postagem quase esteve para ser "hibernar", "economia cá de casa" ... Sei de muitas pessoas que cozinham super doses de comida e congelam! Invejo-lhe a vida mais organizada que resulta deste acto mas comida congelada é outra coisa que também não me seduz! Culpo a minha mãe pois claro! Mas entretanto, por entre os meus momentos de dona de casa, surge o argumento de cozinhar coisas que abundam na horta dos pais e aproveitar promoções em tempo de crise! Junta-se o bom senso de cozinhar coisas que apesar de não apreciar o H. adora e por fim economizar tempo! Agora com um filhote cada minuto vale ouro!

Continuo incapaz de apreciar uma lasanha, ou uma bolonhesa num restaurante mas já me rendi à receita cá de casa e até mesmo ao prático que é tirar uma caixa do congelador e "shapp"... "Temos jantar!" :)


A minha receita:

1 fio de azeite

2 cebolas grandes

2 dentes de alho

1 cenoura grande

1 pimento

1 curgete

5 tomates maduros

1 ramo de salsa e coentros

1 folha de louro

colorau, sal e pimenta q.b.

Àgua q.b.

800g/1kg de carne picada

Estufar todos os ingredientes menos o louro, sal, pimenta e a carne. Depois de cerca de uma hora a estufar em lume brando passar com a varinha mágica. Colocar a carne, o louro e temperar com sal e pimenta. Deixar "apurar" cerca de 15 minutos (o tempo de reduzir a àgua e cozer a carne).


Depois é só "hibernar" (!) em caixinhas e descongelar sempre que se queira cozinhar bolonhesa, empadão, lasanha...


Nota: às vezes faço só o molho e também dá imenso jeito ter congelado!

Bom apetite!

Um comentário:

Ines disse...

Tenho de fazer o mesmo... com soja :P