17 de nov de 2011

Dia do não fumador!

Há feriados disto, dias daquilo... campanhas assim ou mais assado!... Mas se há tema que mexe comigo é o tabagismo. E desde bem nova! Odeio tabaco!


Entre a tralha que trouxe à dias de casa dos meus pais vinha precisamente esta figura! Não me lembro bem da sua origem, mas sei que por volta dos meus 15/16 anos a usei para "decorar" a casa! lol Afixei-a em vários pontos estratégicos de forma a ficar bem à vista do meu pai! Em criança fazia birras, escrevia pedidos ao Pai Natal e escrevia bilhetes ao meu pai para deixar este vicio horrivel... simplesmente porque detestava o cheiro dos cigarros. Mais crescida...


Sabemos que a realidade vai bem mais além do cheiro!

Conclusão... os meus alertas e meios foram em vão.

O meu pai nunca deixou de fumar. Também nunca emagreceu...

Mas pelo meio já se conta um enfarte e diversos problemas de saúde. :(

Odeio tabaco...

9 de nov de 2011

Tralha!

Lixo?! Não!!! Muita tralha! Muita tralha mesmo! Mas como eu gosto de tralha...!!! Sou assim, não me consigo livrar das coisas de qualquer maneira. Embora às vezes tenha "ataques de limpeza" e vá tudo pró saco! Mesmo assim, mais tarde, surgem as lembranças e pena de tudo o que deixei ir.

Já lá vão quase 4 anos... rara é a vez que ao ir a casa dos meus pais consigo ficar sem ir "cuscar" o meu quarto! "Cuscar" mesmo! Pé ante pé...reviro gavetas, abro caixas, vejo isto e aquilo...e fico a navegar em pensamentos! Nem sei bem o que procuro, mas acabo sempre por trazer coisas, organizar e arrumar outras. No entanto, o tempo passa e este vício abrandou. Talvez porque ao longo deste tempo tenha acabado por concluir que as coisas são sempre as mesmas, nas mesmas gavetas e armários. Talvez porque aos poucos aquele espaço tenha passado a ser menos meu! Sim... Rapidamente passou a ser o "quarto das sestas". As bonecas já mudam de vestido, os peluches vão ficando mutilados... enfim!

Adiante... Mas, por estes dias, redescobri um "tesouro"!!!! A minha antiga secretária! Gavetas atuchadas de tralha!!!! Muita tralha! Talvez por estar noutra divisão da casa tenha ficado disfarçadamente longe das mãozinhas do pirata!

Fiz uma breve triagem em apenas algumas gavetas! Ou seja, ainda tenho muita coisa a descobrir nas próximas visitas! lol Voltei a casa, de saco cheio, ansiosa por "cuscar" e mergulhar em pensamentos nostálgicos! Delirei...trouxe papeis e cartões antigos que serão excelentes complementos de trabalhos e embrulhos! Agendas antigas, fotos, caricaturas, sei lá... só coisas especiais e que me fazem sorrir! Parecia que estava a entrar nos "cromos 80"! Encontrei a minha coleção de posters! Que "moca"!! Eu gostava do David Charvet e nem me lembrava! lol Super Pop, Bravo,... Bom, e a minha coleção de folhas de cartas... eu passava horas a escrever cartas! E será que alguém ainda faz um livro de autógrafos na escola?! lol

Como eu adoro "tralha"! Faz-me sorrir e voltar no tempo! :)

Conversas na cozinha!

"Shappp..."

Entre postagens de pinceladas e espécies artísticas de vez em quando dá-me para ter "conversas" no blog! Do Vasco, da minha cozinha,...simples conversas! Bolonhesa, empadão, lasanha,... O que queiram!

Confesso que não era fã deste "estufado" ou deste tipo de pratos! O sabor intenso do tomate não me seduzia muito! No entanto, cozinhar para/com alguém muda-nos muitas vezes os gostos... Diria antes que nos leva a aprender a gostar! Sim! Porque até sair de casa dos meus pais jamais me imaginaria a ter prazer em comer por exemplo sardinhas, batatas com bacalhau, canja... Digamos que passei a viver um misto de saudades da comida da mãe com a experiência dos gostos da pessoa com quem vivo!


E voltando ao "estufado"... o titulo desta postagem quase esteve para ser "hibernar", "economia cá de casa" ... Sei de muitas pessoas que cozinham super doses de comida e congelam! Invejo-lhe a vida mais organizada que resulta deste acto mas comida congelada é outra coisa que também não me seduz! Culpo a minha mãe pois claro! Mas entretanto, por entre os meus momentos de dona de casa, surge o argumento de cozinhar coisas que abundam na horta dos pais e aproveitar promoções em tempo de crise! Junta-se o bom senso de cozinhar coisas que apesar de não apreciar o H. adora e por fim economizar tempo! Agora com um filhote cada minuto vale ouro!

Continuo incapaz de apreciar uma lasanha, ou uma bolonhesa num restaurante mas já me rendi à receita cá de casa e até mesmo ao prático que é tirar uma caixa do congelador e "shapp"... "Temos jantar!" :)


A minha receita:

1 fio de azeite

2 cebolas grandes

2 dentes de alho

1 cenoura grande

1 pimento

1 curgete

5 tomates maduros

1 ramo de salsa e coentros

1 folha de louro

colorau, sal e pimenta q.b.

Àgua q.b.

800g/1kg de carne picada

Estufar todos os ingredientes menos o louro, sal, pimenta e a carne. Depois de cerca de uma hora a estufar em lume brando passar com a varinha mágica. Colocar a carne, o louro e temperar com sal e pimenta. Deixar "apurar" cerca de 15 minutos (o tempo de reduzir a àgua e cozer a carne).


Depois é só "hibernar" (!) em caixinhas e descongelar sempre que se queira cozinhar bolonhesa, empadão, lasanha...


Nota: às vezes faço só o molho e também dá imenso jeito ter congelado!

Bom apetite!